quarta-feira, 15 de março de 2017

IMPORTANTES ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

O Programa Ministério Público Comunitário participou nesta quarta feira (15/03) de uma reunião  com representantes da Câmara de Monitoramento do Programa Brasil Mais Seguro no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), a fim de estabelecer uma Parceria buscando fortalecer o Projeto MEDIARE que objetiva consolidar dados sobre as diversas iniciativas de mediação de conflito em todo o Estado de Alagoas.

O Programa MEDIARE do TJ de Alagoas é Coordenador pelo Juiz Maurílio Ferraz que apresentou na oportunidade as propostas de articulação institucional que pretende realizar visando unificar informações sobre MEDIAÇÂO DE CONFLITOS e a criação de uma REDE ALAGOANA DE MEDIADORES DE CONFLITO. 

Na oportunidade o Promotor de Justiça Cláudio Malta, coordenador do Programa MPComunitário apresentou a estrutura do Programa que vem sendo desenvolvido no Bairro Vergel do Lago e destacou o grande interesse do Procurador Geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça no fortalecimento e na expansão do Programa para outros bairros no município de Maceió. 

Segundo o Promotor de Justiça Cláudio Malta: "O Programa Ministério Público Comunitário busca entender o CONFLITO como um fenômeno social mais amplo com diversos fatores determinantes que necessitam ser identificados e focados dentro de uma ação estratégica emancipatória e capaz de criar nas comunidades uma nova cultura de paz".

Na oportunidade o Juiz de Direito Geneir Marques de Carvalho Filho, Coordenador do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CJUS) da Casa de Direitos de Maceió, localizada no bairro do Jacintinho mencionou a importância de parceria com o Ministério Público Comunitário e a necessidade de criar um protocolo institucional para viabilizar a homologação dos acordos firmados nos processos de Mediação Comunitárias realizados pelo Programa MPComunitário. 

Para finalizar o encontro o Juiz Maurílio Ferraz apresentou o sistema de castramento de mediações que será utilizado para registrar e organizar todas as mediações de conflitos realizadas pela diversa instituições no Estado de Alagoas. O Sistema permitirá uma maior organização dos dados e a sua sistematização, dando a possibilidade de obter através do mesmo diversas informações que estão fundamentais para o aprimoramento e o fortalecimento das importantes iniciativas na área de mediação de conflitos que vem acontecendo em Alagoas. 

Veja a entrevista com a síntese da reunião: https://youtu.be/rdGpyPX0Q54

Nenhum comentário:

Postar um comentário